Jorja Smith venceu o prémio de Melhor Artista Feminina a Solo na cerimónia dos BRIT Awards de 2019, que decorreu esta quarta-feira à noite.

A artista londrina deixou escapar a condecoração na categoria de Melhor Artista Revelação para o cantautor Tom Walker e também a de Melhor Álbum, que foi entregue aos The 1975. Ainda assim, Jorja Smith consegue uma distinção nos prémios maiores da indústria musical britânica pelo segundo ano consecutivo, depois de ter ganho o prémio de Escolha da Crítica em 2018.

Numa noite sem grandes surpresas, Calvin Harris foi um dos grandes vencedores da cerimónia, sendo premiado nas categorias de Melhor Single Britânico – por “One Kiss” ao lado de Dua Lipa – e ainda como Melhor Produtor.

Drake levou a estatueta para Melhor Artista Masculino Internacional e o projeto conjunto de Beyoncé e Jay-Z, The Carters, venceu na categoria de Melhor Grupo Internacional, deixando para trás Nile Rodgers & Chic e Brockhampton.

Os BRIT Awards são entregues pela British Phonographic Industry; tiveram a sua primeira edição com BPIs em 1977, nome que mantiveram até 1989. Desde 1982, que celebram a música britânica a título anual.

A lista completa de vencedores pode ser consultada no site oficial do evento.

Rute Correia

Foto: Justin Higuchi, CC BY