De nome “Forecast”, o software gera listas de reprodução de música conforme o tempo onde o utilizador estiver. O projecto faz parte da campanha de promoção do seu mais recente álbum, “Weather”.


Desenvolvido pelo programador Lee Martin em colaboração com o músico norte-americano, o Forecast distingue-se pela sua simplicidade de utilização e serve-se dos dados de localização de cada utilizador para saber como está o tempo lá fora. Depois, a magia acontece: graças ao cruzamento de certas propriedades de cada música (extraídas do Spotify) com variáveis como a temperatura ou a velocidade do vento no local definido, as coordenadas geográficas transformam-se em música. Por exemplo, se for um dia ventoso, deverão aparecer temas com um tempo mais acelerado.

Na Oxigénio, testámos a aplicação e verificámos que, entre as 9h e as 10h da manhã, a subida de dois graus e a diminuição da velocidade do vento resultaram numa alteração das playlists geradas, com a mais tardia a ter um toque um pouco mais electrónico do que a primeira, embora ambas tenham um pendor indie rock e algum psicadelismo.

Esta não é a primeira vez que Lee Martin desenvolve projectos de geração de listas de reprodução em colaboração com artistas. No ano passado, o veterano criou uma aplicação semelhante ao lado do trio Khruangbin, chamada Airkhruang, que gerava playlists de Spotify para qualquer voo com base nos pontos de origem e destino, bem como algumas preferências pessoais de viagem, como viajar junto à janela ou beber café durante o vôo. 

O álbum “Weather” é o quinto álbum de estúdio de Tycho, saiu em Julho com o selo da Ninja Tune e está disponível em CD, duas edições em duplo vinil e formato digital.


Rute Correia